“Os nossos filhos são os nossos espelhos”, Pilar Jericó

 

Pilar Jericó, escritora e empresária espanhola, tem como grande paixão a educação. A forma como fala neste vídeo (Canal Youtube #AprendemosJuntos do jornal El País) sobre a relação de pais e filhos é uma inspiração. Uma espécie de luz que nos chega, curiosamente com Thomas Edison, graças à história de vida partilhada por aquela que é considerada uma das Top Mulheres Líderes em Espanha.

Como podemos despertar a grandeza nos nossos filhos, pergunta Pilar, explicando que não se refere à grandeza dos sucessos profissionais. A escritora fala da “grandeza de espírito”, ou seja, “aquilo que permite ter uma vida com sentido, a coragem de termos uma vida na qual somos os protagonistas”. Ou, como diria a mãe de Nelson Mandela, “criamos um mundo muito melhor do que aquele que encontrámos”. Isto é grandeza de espírito, define Pilar.

Mas como despertar esta coragem nos nossos filhos quando, muitas das vezes, observa a autora, não a estimulámos previamente em nós próprios.

Os nossos filhos são os nossos maestros. São os nossos espelhos. Como ensinar os nossos filhos a gerir conflitos quando nós próprios não sabemos como gerir? Como dizer aos nossos filhos para falarem com carinho se nós próprios não nos tratamos com afeto?

“Desenvolver a grandeza interna é o primeiro passo para a educação. Porque só assim podemos transmitir a coragem aos nossos filhos”, aponta.

Pilar passa explicar melhor, recorrendo a uma das história de vida que mais a marcou: a biografia de Thomas Alva Edison. Aquele que é considerado um dos maiores inventores de sempre, nasceu em 1847, em Ohio. Aos sete anos, mudou-se para uma nova cidade, com os sete irmãos, e entrou numa escola pública, a qual apenas frequentou 12 semanas. Thomas chegou a casa com uma carta da escola destinada à sua mãe. Após abrir e ler a carta, a mãe não conteve as lágrimas e quando questionada por Thomas sobre o conteúdo da comunicação, partilhou: “Thomas, dizem que és um génio e que já não têm nada para te ensinar. Serei eu a ensinar-te”. Aos 11 anos, Thomas devorava literatura. Aos 12 já tinha projetos e os primeiros passos como inventor. Quando Thomas completou 24 anos, a sua mãe morreu. E um dia, ao arrumar os haveres da mãe, deparou-se com a carta, cuja mensagem quis recordar. Thomas descobriu que a sua mãe não falara a verdade. Porque o que a carta dizia não correspondia às palavras da mãe: “o Thomas é um menino doente mental. Não poderá voltar a frequentar esta escola”.

Pilar parte desta história real para falar-nos de grandeza e de coragem. Pilar diz-nos que precisamos de ver a grandeza dos nossos filhos, precisamos de ver além dos rótulos.

“Aprendamos a perdoar-nos. A viver a vida de uma maneira mais delicada. Este é o grande caminho do coração. Educar o coração para despertar a grandeza”.

Pilar Jericó defende que é necessário fazer sentir aos nossos filhos que eles são únicos, são valiosos. É preciso dar-lhes valor, olhá-los com carinho, interessarmo-nos realmente por eles, pela sua vida, escutá-los. E por último, atuar como exemplo.”

Bom exemplo!

Vídeos Canal Youtube: #AprendemosJuntos

“Todas as pessoas grandes foram um dia crianças”
O Principezinho

 

 

 

Pessoas que abracem bebés precisam-se

Procura-se: Pessoas que abracem bebés

Precisam-se de mais homens/mulheres como David Deutchman. Chamam-lhe o Vovô, o voluntário que nos últimos 12 anos já acarinhou mais de 1200 bebés no Healthcare of Atlanta, no Scottish Rite...

Gelado de grutas da época

Gelado de fruta da época

Nada de estragar fruta. A nutricionista Cátia Miranda dá-nos um conselho que é simultaneamente uma receita e ainda uma delícia para aproveitar a fruta da época e organizar um lanche em cinco...

Pimpinha Jardim

“Alfama é linda!!”, Pimpinha Jardim

"O desfile na Avenida é sempre uma grande emoção. As pessoas que estão presentes são sempre muito recetivas. E a passagem pelo palanque, onde se encontra o Presidente da Câmara e os respetivos...