florbela-oliveira Conselho financeiro

O que posso fazer para evitar as fraudes nas compras na internet?

O nosso quadro de especialistas tem bons conselhos para as suas questões de saúde, alimentação, jurídicas, finanças pessoais, maquilhagem, psicologia, antienvelhecimento, entre outras áreas, que contribuem, no dia a dia, para o seu bem-estar.

Envie-nos as suas perguntas para [email protected]

Tenho por hábito fazer compras na internet, mas fiquei preocupada com o recente alerta da Deco sobre as fraudes nas compras via internet, nomeadamente no Facebook. O que posso fazer para não cair nessas fraudes?

Fazer compras na internet é cómodo. Também pode sair mais barato. Mas pode ser mais arriscado. De facto, entre as 460 mil queixas que chegaram à Deco em 2016, muitas delas estão relacionadas com problemas de compras na internet: ou porque o produto nunca chegou ou porque chegou em más condições. Deixo-lhe alguns conselhos para continuar a fazer compras na internet, com comodidade e segurança.

− Procure sempre obter o endereço da loja, ou uma morada que possa usar em caso de reclamação;

− Prefira páginas seguras (há erros óbvios que denunciam páginas fraudulentas, como os erros de português em excesso);

− Leia bem os termos e condições do sistema de pagamento que utiliza;

− Método de pagamento: as modalidades mais seguras são o pagamento à cobrança, por transferência bancária ou por multibanco aquando da receção do produto;

− Cartão de crédito: é seguro, mas atenção às fraudes. Antes de digitar o número e o código de segurança, confirme que o site é seguro;

− Certifique-se de que, após a compra, recebeu no seu endereço de e-mail a confirmação da compra, com todos os elementos da mesma: descrição do produto, preço, endereço do vendedor, prazo de entrega;

− Quando recebe o produto, confirme se este se encontra em boas condições e opte por não aceitar a entrega se o mesmo não apresentar as condições, solicitando nova entrega. Nota: por lei, tem sempre 14 dias, após a receção do produto, para cancelar a compra;

− Apresente sempre reclamação se a compra não chegar no prazo definido;

− Denuncie uma empresa que não corresponda com qualidade ao serviço, para que próprio Facebook proceda ao encerramento da conta do utilizador em questão.

− E, por último, desconfie quando o produto é… bom demais para ser verdade.

Finanças Pessoais
Florbela Oliveira, Economista
[email protected]

Comentários

comentários